IMG_20171002_194555_074
IMG_20171115_165019_edited
8239a7b7-5865-49e9-9bb7-6191fdbbcd60_edi
20171129_120034_edited
20171129_111047_edited
tudo%20a%20ver%20podcast_edited
20171212_113425
VIAMIXg.png

ATIVIDADES GRATUITAS

Público Livre
PARA TODAS AS IDADES

Mar a Jul
 - 1° semestre de 2021

acompanhe pelo canal:

www.youtube.com/viacultural

VIDEOCURSOS

LUCIANA JORGE

Luciana Jorge é artista visual e mestre em processos e procedimentos artísticos pela Unesp. Pós graduada em história da arte, possui também graduação e licenciatura em artes plásticas. É professora do Centro Paula Souza há 15 anos e mediadora artística há 10 anos pela Via Cultural. Passou por exposições no Memorial da América Latina e MAC Botucatu.

 

LEONARDO BRANT

Leonardo Brant é documentarista, diretor-associado da Deusdará Filmes, produtora independente dedicada a realizar documentários de impacto. Autor dos filmes DESCARTE, COMER O QUÊ? e CTRL-V, dirige o programa IDADE MÍDIA para o Canal Futura e co-dirigiu a série UTOPIA BRASIL, para o CineBrasilTV. Atuou durante duas décadas como pesquisador cultural, consultor, palestrante e autor de livros sobre políticas e mercado cultural. Ao longo de sua carreira criou e desenvolveu inúmeros projetos, empresas e organizações sociais de grande impacto.

 

SIDINEI MIRANDA

Sidinei Miranda reside em Jandira - SP e é fotógrafo de moda. Se formou em fotografia pela ETEC de Carapicuíba e atualmente é aluno de design de moda e costura pelo projeto Ponto da Moda. Há 6 anos desenvolve projetos de criação de imagens - formulando, dirigindo e produzindo editoriais - e dois de seus trabalhos constam no portfólio da Vogue Itália. Além disso, desempenha a parte imagética e conceitual de álbuns e eps de cantores da zona oeste de São Paulo e atua na direção de videoclipes. Ministra workshops de direção de modelo e produção criativa, onde mostra como é possível construir imagens com muito significado e pouco recurso.


DÉBORA IRYO

Débora Iryo é performer e pesquisadora das artes do corpo, além de graduanda em economia e filosofia pela UFABC. Seu interesse pela performance art surgiu ainda na adolescência, quando realizou iniciação científica em artes resultando em um artigo e uma performance sobre Yves Klein. Atualmente, através de bolsa CNPq, pesquisa a relação arte-vida e o corpo como linguagem - com foco na performance art e no teatro da crueldade de Antonin Artaud. Como trabalho artístico e autoral constam Fala Comigo, Renascer e Arte Deve Ser Bela, Artista Deve Ser Bela - disponíveis em seu canal no youtube. Além disso, produz e dirige o podcast Corpo e Ânimo, que vai ao ar semanalmente em seu canal do Spotify.

 

JHONY PEDRO

Jhony Pedro é ator e coreógrafo. Iniciou seus estudos no Conservatório Municipal da Cidade e hoje integra a Faces Ocultas Cia de Dança, de Arilton Assunção, especializada em ballet contemporâneo. Além disso é coreógrafo da Banda do Xaropinho (SBT) e da abertura do programa TV Infantil #kidstime (ITV), professor de jazz, jazz musical e contemporâneo, e ator na cia teatral Cômico, especializada em comédia Dell'arte - o que lhe rendeu participações em festivais como Bibi Ferreira. Em sua carreira constam ainda, como ator e como coreógrafo, passagem por musicais como Saudades e Lembranças, O Gato e a Andorinha, Hércules, Ciganos a Caravana das Estrelas - de Ciro Barcelos (dzi croquetes) e Hairspray.

 

WEBINÁRIOS

 

MARIANA LACERDA

Mariana Duarte Garcia de Lacerda é mestre em Direito (PUC-SP) e História da Arte (UNIFESP) e é advogada, mediadora e gestora pública com foco em turismo e cultura. É Porta Voz Estadual da Rede Sustentabilidade e foi candidata a vereadora por São Paulo em 2020.

CLÓVIS ARRUDA

Clóvis Arruda é Administrador, publicitário, designer e fotógrafo. Pós-graduado em Design e Fotografia pelo Senac, com especialização em Marketing pela ESPM e MBA em planejamento estratégico. Desenvolveu pesquisas museológicas em Londres, Berlim, Madri, Roma, Paris, Amsterdã, Nova Iorque, Firenze e Torino, com enfoque em semiótica sobre limites da percepção. Tem algumas de suas obras editadas em livros sobre design e diversas de suas imagens já foram publicadas em jornais e revistas do Brasil. Lecionou sobre o processo criativo e produção gráfica no curso de comunicação social com habilitação em Publicidade e Propaganda. Organizou inúmeras oficinas de criação, fotografia e vídeo e desenvolveu diversos projetos especiais com foco em questões socioambientais e de valorização da cultura e educação. 

 

LAYSA ELIAS

Laysa é educadora e artista e trabalha na interseção entre essas duas áreas. Formada em audiovisual pelo Senac e realizou 2 curtas metragens que rodaram em vários festivais pelo Brasil. Integra o Grupo Mexa na produção audiovisual, coletivo de pesquisa e produção artística constituído por pessoas da comunidade LGBTQIA+.

MARCELO VITORINO

Professor de Fotografia do MAM-SP desde 2012, foi curador do Acervo Marcelo Min e gestor da Casavitorino. Graduado em Comunicação Social pela UMESP e pós-graduado em Fotografia pelo SENAC-SP, fez ainda uma especialização em Gestão Cultural pelo CPF SESC-SP. Na fotografia desde 2004, atuou como repórter fotográfico para jornais e revistas e na década recente vem publicando ensaios fotográficos e produzindo ou integrando diversas exposições individuais e coletivas, seja como artista ou curador.

 

SARAUS

NICK FAREWELL

Escritor, roteirista e cineasta, estudou Engenharia Mecânica na Poli-USP e se formou em Publicidade e Propaganda pela ECA-USP. Publicou 7 livros, GO (romance, 2007), Manual de sobrevivência para suicidas (poesia, 2010), Mr. Blues & Lady Jazz (romance, 2011), Uma vida imaginária (romance, 2012), Reversíveis (romance, 2013), Não existem super-heróis na vida real (HQ, 2017) e Valdisnei Um Dois Três Quatro da Silva (romance, 2017). Em destaque, GO foi escolhido pelo MEC em 2009 e está presente nas bibliotecas dos colégios do Brasil todo.

VIKTOR CARROL
Vitor Henrique (ou Viktor Carrol) é cineasta e escritor, usando a arte para pintar o seu próprio mundo de sombras em cenários góticos e temas psicológicos. Do erótico ao terror, é um amante do viés estético em suas obras, tendo participado de diversas antologias e realizado o curta Phantasmagoria (Além dos Olhos).

SOFIA NESTROVSKI
Sofia Nestrovski é mestre em Teoria Literária pela USP. De 2017 a 2019, assinou a coluna semanal "Léxico" no jornal online Nexo. É autora da HQ Viagem em volta de uma ervilha (Veneta, 2019, com Deborah Salles). Foi editora de divulgação científica na revista 451, e curadora-assistente na Flip – Festa Literária Internacional de Paraty de 2019. Ministra diversos cursos sobre literatura para públicos variados. Ao lado de Leda Cartum, é roteirista e apresentadora do Vinte Mil Léguas: o podcast de ciências e livros.

LUÍS SERGUILHA
Luis Serguilha é português, radicado atualmente no Recife. É poeta, ensaísta, curador de arte, pesquisador da poesia brasileira, conferencista e palestrante. Tem textos publicados em revistas de literatura e arte, e já publicou mais de 15 livros, entre os quais Falar é morder uma epidemia (Editora Reformatório), lançado em Portugal em 2019 e em vários estados brasileiros no início de 2020. Há mais de uma década percorre a América do Sul para pesquisar sobre a arte, o corpo e literatura. É, ainda, criador da estética do Laharsismo, tornando-se objeto de estudo, crítica e ensaio por parte de acadêmicos, críticos, poetas, pensadores, artistas e escritores de língua ibero-afro-americana.

ROSE ALMEIDA

Rose Almeida é paulistana e formou-se em Letras pela USP. Escreve poesia desde a pré-adolescência e foi professora de português na rede pública por mais de uma década. Em 2016 passou a publicar poemas nas mídias sociais. Participou da Antologia Inaugural Patuscada (2016) e da Antologia Ruínas (2020), ambas pela Editora Patuá. Há dois anos é editora-executiva na Absurtos Editora, onde já editou e lançou 12 títulos, de poetas contemporâneos de todo o Brasil. Atualmente, prepara seu primeiro livro autoral, a ser lançado ainda em 2021.

VANDERLEY SAMPAIO

Vanderley Sampaio nasceu em Garça/SP, no ano de 1972. Inicia a poesia na adolescência, quando também se encantou pelo teatro, atuando como ator amador. Cursou Jornalismo na Unesp, em Bauru/SP. Exerceu a profissão de jornalista durante nove anos. Em 2005, tornou-se servidor público. Dois anos depois, mudou-se para São Paulo/SP, onde se manteve na área pública e se formou em Direito pela USP. A poesia sempre esteve presente em sua vida. Ao longo dos anos, publicou poemas em jornais, sites e redes sociais, até que, em 2017, lançou "Bolerus", seu primeiro livro de poesia. A obra foi também uma espécie de embrião para a criação da Absurtos Editora. No ano passado, lançou seu segundo livro de poemas, "A fase turva da lua", obra que é dividida em quatro partes: Pesadelos, Tormentas, Desesperanças e Despedidas. 

PODCASTS

JHONY PEDRO

Jhony Pedro é ator e coreógrafo. Iniciou seus estudos no Conservatório Municipal da Cidade e hoje integra a Faces Ocultas Cia de Dança, de Arilton Assunção, especializada em ballet contemporâneo. Além disso é coreógrafo da Banda do Xaropinho (SBT) e da abertura do programa TV Infantil #kidstime (ITV), professor de jazz, jazz musical e contemporâneo, e ator na cia teatral Cômico, especializada em comédia Dell'arte - o que lhe rendeu participações em festivais como Bibi Ferreira. Em sua carreira constam ainda, como ator e como coreógrafo, passagem por musicais como Saudades e Lembranças, O Gato e a Andorinha, Hércules, Ciganos a Caravana das Estrelas - de Ciro Barcelos (dzi croquetes) e Hairspray.

 

DEBORA IRYO

Débora Iryo é performer e pesquisadora das artes do corpo, além de graduanda em economia e filosofia pela UFABC. Seu interesse pela performance art surgiu ainda na adolescência, quando realizou iniciação científica em artes resultando em um artigo e uma performance sobre Yves Klein. Atualmente, através de bolsa CNPq, pesquisa a relação arte-vida e o corpo como linguagem - com foco na performance art e no teatro da crueldade de Antonin Artaud. Como trabalho artístico e autoral constam Fala Comigo, Renascer e Arte Deve Ser Bela, Artista Deve Ser Bela - disponíveis em seu canal no youtube. Além disso, produz e dirige o podcast Corpo e Ânimo, que vai ao ar semanalmente em seu canal do Spotify.

 

LUÍZ SENE

Luíz Sene é dono da Sene Videolocadora, cinéfilo, comerciante da área de entretenimento no audiovisual, locado em Mauá, estado de São Paulo, desenvolve atendimento com indicações, crítica e história dos estilos, o que o difere no mercado.

 

JÉSSICA BARBOSA

Jéssica Barbosa Lima é médica psiquiatra e atua na saúde mental há 9 anos. Atualmente se dedica aos estudos e trabalhos voltados à saúde mental das mulheres, no sentido do empoderamento feminino e no protagonismo de sua própria história.

 

LOHAN DUARTE

Lohan Duarte é produtor na Murmur Filmes. Formado em Cinema e TV pelo CAV (Centro de Audiovisual de São Bernardo do Campo), Lohan dirigiu os curtas “Quando o abismo olha de volta” e “Dormindo entre estrelas”, ambos em finalização. Foi produtor do filme “Hóspede, exploração e recompensa” e assistente de direção nos videoclipes “Mollotov attack – Vida desgraçada”, “Continue – Autocontrole”, “Ação Direta – Artificial” e no inédito “Continue – Adicta”. Gosta muito de música estranha e de gatos.

JEFFERSON MENDES

Jefferson Mendes é diretor na Murmur Filmes. Tem formação em Audiovisual pela Universidade Paulista e em Cine/TV no Centro Audiovisual de São Bernardo do Campo. Dirigiu, roteirizou e produziu os filmes “Boo.Mp4” 2018, “Sem Chão, Sem Medo” 2020 e “Hóspede Exploração e Recompensa” 2021. Suas obras marcaram presença em festivais como Boca do Inferno, Curva do Rio, Mostra de Cinema Cine Horror, Festival O Cub, FICCA e Lift-Off Sessions. Entusiasta do cinema de horror, tem algumas produções do gênero em andamento.

 

JURI DA MOSTRA

 

EWERTON BELICO

Ewerton Belico é programador, educador, roteirista e diretor. É um dos responsáveis pelo forumdoc.bh - Festival do filme documentário e etnográfico de Belo Horizonte. Foi co-roteirista e codiretor do longa-metragem Baixo Centro, vencedor da XXI Mostra de Tiradentes. Atualmente prepara a mostra A porta do Mundo, sobre a música sertaneja no cinema brasileiro, para o CCBB.

HELENA IGNEZ

Helena Ignez com mais de 60 anos nas artes cênicas e cinematográficas já realizou mais de 40 filmes como atriz e diretora. Foi homenageada na Ásia, na Europa e no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Dirigiu os longas "Canção de Baal", "Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha", "Feio, Eu?", "Ralé", "A Moça do Calendário" e "Fakir" (Melhor Filme - Júri Popular 9° CineFantasy e Melhor Filme - Júri Oficial 1° Festival As Amazonas do Cinema)

LETÍCIA BINA

Leticia Bina Estudou Bacharelado em Audiovisual na instituição de ensino Centro Universitário Senac - São Paulo. Trabalhou como Assistente de edição e finalização na empresa The End, foi assistente de montagem na empresa Cazumbá Filmes, e finalização na empresa O2 Filmes. Fez a direção e roteiro do curta documental (16min) "Do Portão para Fora", participante do 27º Festival Internacional e Curtas de São Paulo e do Curta Maratona.

DO PORTÃO PRA FORA

(DO PORTÃO PRA FORA) Brasil (SP)
2016 • cor • 16 min • Documentário • 12 Anos

DO PORTÃO PRA FORA

(DO PORTÃO PRA FORA) Brasil (SP)
2016 • cor • 16 min • Documentário • 12 Anos

DO PORTÃO PRA FORA

(DO PORTÃO PRA FORA) Brasil (SP)
2016 • cor • 16 min • Documentário • 12 Anos

RENATO CANDIDO

Renato Candido é cineasta formado no Bacharelado em Audiovisual e Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. Professor universitário de fotografia, direção cinematográfica e roteiro para cinema e TV. Realizou direção de arte e roteiro nos cursos de Rádio/TV e de Fotografia da FMU - Faculdades Metropolitanas Unidas entre fevereiro de 2012 a Junho de 2014. Professor convidado em História do Cinema Brasileiro na Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André/SP e também realizou aulas dentro do projeto Fábricas de Cultura entre 2012 a 2016 lecionando matérias audiovisuais para crianças e adolescentes. Atualmente leciona Produção Audiovisual para Graduação em Publicidade na Faculdade Zumbi dos Palmares e na Faculdade FAPCOM. Dono da 

Produtora Dandara Produções Culturais e Audiovisuais, roteirizou episódios da série televisiva Pedro e Bianca, premiada no Prix Jeunesse Iberoamericano 2013, Emmy Kids Awards 2013 e Prix Jeunesse Internacional 2014. 

RENATO CIASCA

Renato Ciasca realizador cinematográfico, diretor, produtor e roteirista, vem desde o começo de 1990 desenvolvendo com Beto Brant uma parceria há 30 anos e de mais 12 longas metragens que compõe o acervo da Drama Filmes. Participou de OS MATADORES, filmado em 1995, produziu e atuou como co-roteirista em AÇÃO ENTRE AMIGOS (1998) e O INVASOR (2001). Em 2005, produziu CRIME DELICADO. Renato Ciasca escreveu e dirigiu CÃO SEM DONO em codireção com Beto Brant, em 2007, e EU RECEBERIA AS PIORES NOTÍCIAS DOS SEUS LINDOS LÁBIOS, em 2012. Entre esses filmes, produziu O AMOR SEGUNDO B. SCHIANBERG (2009), dirigido por Beto Brant.  Em 2015, produziu e lançou SANGUE AZUL de Lírio Ferreira, e em 2016, o filme PITANGA, dirigido por Beto Brant e Camila Pitanga. Em 2020 lança como produtor o filme Glauber, Claro. dirigido por César Meneghetti.

VALTER REGE

Valter Rege é um profissional de comunicação multitarefa, cineasta, creator, formado em Rádio e Tv pelo Centro Universitário Belas Artes, palestrante  e finalizador de filmes, possui um canal com o seu nome, que aborda temas como negritude, homossexualidade e periferia. Sua palestra "Da Favela Para as Telas" provoca o debate sobre a falta de pessoas pretas no mercado audiovisual. O curta-metragem "Preto No Branco" escrito e dirigido por Rege foi selecionado para o Toronto Black Film Festival 2018. O diretor ainda lançou o documentário " O Cinema Me Trouxe Aqui" que aborda temas como homossexualidade, negritude e periferia". Foi podcaster oficial da série LoveCraft Country da HBO.